Falta de preparação dos jovens para entrar em universidades públicas

Categorias: Estudantes - Estudos - Jovens - Notícias - Universidades públicas

O desespero no último ano do ensino médio e posterior ingresso na universidade é característica marcante do jovem estudante brasileiro, que na maioria das vezes passou a vida toda não levando a educação muito a sério, logo, ao se deparar com o último ano do ensino médio percebe que tem pouco tempo para transformar uma má formação, ou uma formação medíocre em uma educação apta a ingressar em uma universidade, sempre, claro, buscando a uma universidade pública, o que leva a outra característica do brasileiro jovem, uma obrigação praticamente de entrar em uma instituição assim.



Entretanto, ao não conseguir atingir a pontuação necessária, em sua maioria, recorre aos cursinhos particulares em busca de recuperar o tempo perdido e conseguir aprender o suficiente para entrar na faculdade. Tornam-se uma máquina de decorar e repetir tudo que o cursinho ensina, regras para decorar coisas que deveriam ser aprendidas são usadas aos montes.

A realidade é que isso é um erro muito comum do brasileiro, "deixar para última hora", quem nunca fez isso? Mas você, que ainda é mais jovem e está ingressando no ensino médio, pare para pensar que sua formação começa desde agora, começa desde o ensino fundamental na verdade e não é fazendo um ano de cursinho que você recuperará o tempo perdido, você pode até passar na tão sonhada faculdade pública, mas na hora que finalmente começar os estudos acadêmicos, sentirá falta de muito estudo que deveria ter feito na época de escola e colegial. 

Não seria melhor fazer uma preparação decente? Aprender as coisas de maneira clara e contínua? Sem métodos que facilitariam um estudo que deve sim, ser demorado? Essa é uma questão que deve ser levantada acerca da educação brasileira. Nossos jovens não são educados, eles são criados para decorar coisas e passar nos vestibulares, e quando se deparam com algumas tarefas na faculdade onde precisam pensar e precisam pesquisar e desenvolver certo raciocínio não conseguem, pois sua formação foi medíocre.



Não jogue fora seu tempo, estude de verdade e se prepare para uma boa formação acadêmica futura.

Por Matheus Noronha Sturari



Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *