Vestibular Unicamp 2021 terá mudanças – confira

Apesar do período de pandemia, em decorrência do perigo de contaminação por COVID-19, os líderes da Comissão Permanente de Vestibulares, a Comvest, pertencente à Universidade Estadual de cidade de Campinas (São Paulo), fizeram anunciar algumas alterações para a primeira fase do próximo Vestibular da Unicamp, edição de 2021.

Os cadernos de provas serão impressos com menos questões, as quais serão reduzidas de 90 para 72. O tempo de realização das prova será de quatro horas, até a normalização da situação.

No sentido de evitar muita aglomeração de estudantes em escolas, a primeira etapa do vestibular será dividida em duas, conforme o curso. Essas mudanças estão devidamente aprovadas na Câmara Deliberativa do Vestibular, desde a semana passada.

O período de cadastro de inscrição para o novo Vestibular Unicamp, edição de 2021, se dará entre o dia 31 do mês de julho e o dia 8 do mês de setembro de 2020. Será necessário acessar o site oficial da Comvest: www.comvest.unicamp.br. É necessário aguardar mais informações sobre datas.

Todos os alunos candidatos na área de Ciências Humanas e Artes, ou na área de Ciências Exatas e Tecnológicas, participarão das provas na mesma fase, no mesmo dia. Os vestibulandos na área de Ciências Biológicas e da Saúde participarão das provas no dia consecutivo.

Conforme nota publicada pela própria Comvest, a primeira etapa será realizada no mês de janeiro, ano 2021, dentro do esquema de dois dias. A segunda etapa será realizada em dois dias no mês seguinte, ou seja, fevereiro.

Sobre a adaptação:

O direto da mesma comissão de vestibular esse processo consiste em necessária redução do tempo de permanência em ambiente fechado para resolução de prova, no sentido de reduzir aglomeração. Portanto, divisão em grupos, tempo reduzido, menor circulação. Pode-se não evitar estresses, mas, se pode tornar tudo mais prático e seguro. Provas mais curtas ajudam a diminuir o nervosismo dos estudantes. O critério de divisão de provas por área de conhecimento se deu conforme a organização já existente nos vestibulares anuais.

Leia também:  Curso de Ciência de Dados será oferecido pela USP em Vestibular 2021

Sobre a forma de ministrar as provas:

Cada dia de cadernos de provas ministrados consistirá em uma única prova destinada a todos os vestibulandos das áreas pertencentes àquela data, por exemplo: setor de Ciências Exatas e Tecnológicas, ou de Ciências Humanas e Artes, num sábado. No domingo serão ministrados os cadernos da área de Ciências Biológicas e da Saúde.

A etapa primeira comporá questões versando em Conhecimentos Gerais, contendo 72 questões objetivas nas áreas de conhecimento desenvolvidas no período do ensino médio. Segue a estrutura:

Serão 12 questões em Língua Portuguesa e em Literatura; 12 questões versando em Matemática; e finaliza com oito questões sobre as seguintes disciplinas: em Biologia; em Física; em Geografia e Sociologia; em História e Filosofia; em Inglês e Química.

Existe um critério que respeita os estudantes declarados sabatistas, os quais, devido à convicção religiosa precisam restringir as suas atividades nos sábados. Neste caso, é necessário que os mesmos declarem essa condição no próprio ato da inscrição, para solicitar um horário de prova específico.

Sobre o procedimento de solicitação de isenção da taxa:

De acordo com o que foi firmado na Comvest, o pedido de isenção será recebido a partir do dia 22 deste mês de junho. A taxa, nesse ano, está no valor de 170 reais. A solicitação de isenção tem prazo máximo até o dia 8 do mês de julho. O critério da Comvest garante até 6.680 isenções para os vestibulandos carentes, oriundos da escola pública, mantendo número ilimitado dos pedidos de isenções para as demais modalidades.

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *